Mercado da Tecnologia da Informação deve crescer 10,5% em 2019 no Brasil

O mercado de Tecnologia da Informação(TI) deve crescer 10,5% no Brasil em 2019, embalado por processos de transformação digital, por movimentos de substituição de tecnologias e pela venda de PCs, tablets, smartphones, impressoras e outros dispositivos. Essa é a previsão do IDC Brasil (International Data Corporation Pesquisa de Mercado e Consultoria). Esse movimento em acelerado crescimento mudou o perfil do profissional requisitado para área de TI, com novos perfis e relacionamento dentro das empresas, startups e negócios. Porém, a exclusividade de recrutamento especializado em TI ainda é uma novidade no mercado brasileiro.

“A TI tem de estar voltada ao negócio e o negócio tem de estar voltado à TI. Por isso, as competências técnicas e comportamentais dos candidatos precisam caminhar juntas”, lembra Christina Curcio, doutora em administração pela Florida Christian University (FCU) e sócia-fundadora da Icon Talent, empresa paranaense especializada em recrutamento exclusivo para a área de Tecnologia da Informação (TI) para empresas, startups e projetos no Brasil e no exterior.

Palestras, cursos online, melhorias constantes na capacitação técnica são requisitos fundamentais em qualquer área de atuação. Hoje em TI um aspecto antes pouco trabalhado ganhou destaque nos últimos anos: a comunicação. “O profissional de TI antes vivia em uma área completamente isolada das outras dentro da empresa. Hoje é diferente. O profissional da TI precisa estar atento ao negócio, se aproximar das outras áreas, entender as reais necessidades de cada uma delas e apresentar soluções. Além disso, ele precisa saber como cada área faz uso das soluções tecnológicas por ele apresentadas”, explica Janaina Lima, pós-graduada em Planejamento e Gerenciamento Estratégico na PUC-PR e sócia da Icon.

Liderança e dinamismo são diferenciais

O perfil introspectivo do profissional de TI está mudando, principalmente por causa das novas tendências e o crescimento de startups no mercado. Os projetos passam por constantes mudanças e inovações ainda quando estão em andamento. “É preciso trabalhar a liderança e ter aquele brilho nos olhos sempre e ser muito dinâmico. O trabalho em equipe ganha cada vez mais força no mercado, principalmente com as startups em que a resposta precisa ser rápida”, ressalta Janaina.

Fonte: https://ricmais.com.br/noticias/vagas_ti/

Mais Icon News!

× Como posso te ajudar?